(44) 99949-3599  |  /andrealmenaraoficial


RAPAZ QUE TENTOU MATAR DESAFETO NO CONJUNTO THAIS LEVA FACADA HORAS DEPOIS EM PAIÇANDU


Quem com ferro fere, com ferro será ferido. Foi o que aconteceu com Matheus Sarruf Martinelli, de 21 anos, que foi ferido com um golpe de faca no pescoço na noite de terça-feira (6) no Jardim Bela Vista, em Paiçandu. Matheus estava tomando cerveja em um bar quando o suspeito chegou pelas costas e desferiu a facada atingindo o seu pescoço.


Uma ambulância do Samu com apoio do Siate prestaram o atendimento ao rapaz. O que a Polícia Militar não sabia que Matheus tinha tentado matar uma pessoa horas antes em um bar localizado na Avenida Sabiá, no Conjunto Thais, em Maringá. A vítima de Maringá identificada pelo nome de Juliano Rizzotto, de 26 anos, foi ferido por 4 tiros e sobreviveu aos ferimentos.


Rizzotto conseguiu mesmo baleado falar para os policiais que o atirador era o Matheus. Testemunhas relataram que o suspeito chegou de capacete, disparou os tiros e depois subiu na garupa de uma motocicleta. Juliano foi encaminhado para o pronto socorro do Hospital Universitário.


O Matheus que tentou contra a vida de Juliano também foi socorrido para o mesmo hospital. Durante a madrugada desta quarta-feira (7), Matheus depois de ter recebido atendimento conseguiu fugir do H.U conforme informações da PM. Matheus desmente alegando que recebeu alta médica do hospital. Os policiais de Maringá deslocaram até Paiçandu onde localizaram Matheus na casa de um familiar.


O suspeito foi algemado e conduzido para a sede da 9ª SDP. O revólver que o mesmo usou para tentar matar Juliano foi jogado em uma mata nas proximidades do Conjunto Thais logo após atirar na vítima. Em entrevista para o repórter André Almenara na manhã de hoje, Matheus confessou ter atirado em Juliano, e ainda disse que foi para matar mas a vítima no momento correu.


Em suas declarações, Matheus ainda afirmou que enquanto não matar Juliano não vai sossegar. Matheus é acusado de mexer com a namorada de Rizzotto. Na tarde desta quarta-feira (7), Matheus Sarruf foi ouvido pelo delegado Diego Almeida, da Delegacia de Homicídios.


Em seu depoimento, Matheus relatou que o ferimento em seu pescoço não teria sido por causa da tentativa de de ter tentado matar Juliano em Maringá. O delegado ainda disse que vai investigar a participação de um segundo homem na tentativa de homicídio na Avenida Sabiá e a motivação real do crime. Ambos tem passagens pela polícia de Maringá por tráfico, roubo e receptação.


Redes Sociais:

Compartilhar no facebook


Copyright © 2013-2017 Logicomp Soluções e TI & Logicomp Studio. Todos os Direitos Reservados