(44) 99949-3599  |  /andrealmenaraoficial


Inquérito policial é aberto para investigar ação da PM contra vítima que portava arma de brinquedo


A Delegacia de Homicídios de Maringá está investigando a morte de Cristiano Aldo dos Santos, de 43 anos, morto pela Polícia Militar na madrugada do 25 de dezembro no Conjunto Ney Braga. Cristiano portava uma arma de brinquedo de cor azul e amarela quando foi baleado pela equipe policial da RPA.

De acordo com informações dos policiais militares, a vítima além de não odebeder a uma abordagem teria apontado a arma em direção dos soldados que revidaram com os tiros. Cristiano Aldo que apresentava problemas mentais não resistiu aos ferimentos no tórax e morreu.

Algumas testemunhas já foram ouvidas na D.H sobre a morte do rapaz. O delegado Diego Almeida comentou na tarde desta terça-feira (2) que algumas informações foram levantadas pela Polícia Civil sobre a ação dos policiais militares, mas tudo isso está sendo apurado sob sigilo para não atrapalhar a investigação. O delegado ainda disse que pode ter novidades sobre esse caso durante as investigações.

Um inquérito policial militar (IPM) também foi aberto pelo Comando do 4º Batalhão para apurar a ação dos policiais militares. A família de Cristiano Aldo está bastante aflita e pede que a justiça seja feita. 


Redes Sociais:

Compartilhar no facebook


Copyright © 2013-2018 Logicomp Soluções e TI & Logicomp Studio. Todos os Direitos Reservados