(44) 99949-3599  |  /andrealmenaraoficial


Criança raptada por homem em Sarandi foi violentada sexualmente


A criança de nome Pedro, de apenas 3 anos de idade, foi raptada na tarde desta segunda-feira (2) da cidade de Sarandi. O menino estava na frente de sua casa que fica no Jardim Novo Independência quando um homem moreno pegou nas mãos da criança e fugiu. A mãe que estava cuidando de outro filho percebeu a falta de Pedro e começou a chamar pelo nome seu filho.

Uma vizinha viu o suspeito levando a criança e logo avisou. Populares e familiares começaram a fazer buscas pelo bairro. Um comerciante que é dono de uma mercearia na Avenida Anchieta em Sarandi confirmou que um homem de cor morena com uma criança entrou no estabelecimento para comprar um doce para o menino.

A Polícia Militar da cidade foi comunicada para também fazer diligências em busca do homem. A equipe dos soldados Vanderlei e Alexandro estavam patrulhando na divisa de Sarandi com Maringá quando localizaram o homem e a criança já no Conjunto Requião. Robson Castro do Nascimento, de 31 anos, foi preso pelos policiais.

Antes da chegada da viatura, populares reconheceram a criança porque uma foto do menino estava sendo divulgada nas redes sociais a pedido de familiares. Revoltados, populares espancaram o suspeito. A equipe policial levou Robson Castro para a delegacia da Polícia Civil de Maringá. Chegando no plantão, o suspeito passou mal e foi socorrido por uma ambulância do Samu que foi acionada.

Robson que foi conduzido para o pronto socorro do H.U já deixou o hospital e foi encaminhado para outro hospital não informado pela polícia. A mãe da criança ficou aliviada em ver seu filho novamente já nos braços dos policiais. A direção do H.U realizou exame na criança e detectou que o menino foi violentado sexualmente segundo laudo médico.

A criança ficará 24 horas no hospital tomando medicamentos, e na sequência terá acompanhamento com psicóloga. Robson que sequestrou e abusou da criança está sendo escoltado por policiais militares. O suspeito já consta com passagens na polícia por furto e dois abusos sexuais. Um dos casos foi arquivado e o outro está respondendo na justiça. Mesmo a foto sendo divulgada em redes sociais, o repórter André Almenara não irá divulgar a foto da criança.


Redes Sociais:

Compartilhar no facebook


Copyright © 2013-2017 Logicomp Soluções e TI & Logicomp Studio. Todos os Direitos Reservados